Seg - Qui 8:30 - 17:30 - Sex 8:30 - 17:00
(41) 2106-0010
comercial@ctsconsultoria.com.br
R. Emanuel Kant 60 - sala 713 a 718

Capão Raso - Curitiba/PR

21ª edição do Congresso da Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo (Fehosp) debate os caminhos da
saúde pública no Estado e no País e os desafios da assistência filantrópica  Com o tema “Ouvindo as vozes da saúde hospitalar do país. Sensibilizar é preciso”, o 21º Congresso da Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo (Fehosp), que acontece de 24 a 27 de abril em Campinas, aponta as perspectivas da saúde pública no Estado e no País com o objetivo de discutir soluções para os diversos desafios do setor filantrópico.

Segundo o diretor-presidente da Fehosp, Edson Rogatti, o evento é um importante espaço para que os profissionais exponham suas experiências e possam conjugar alternativas. “Sabemos das dificuldades que a assistência filantrópica enfrenta, mas não podemos ficar parados. Precisamos buscar permanentemente viabilizar uma saúde pública de qualidade”, afirma.

Atualmente, os hospitais filantrópicos respondem por 50,26% dos leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado de São Paulo, realizando quase 1,3 milhão de internações, representando 50,78% das internações. “Vale lembrar que 81% das entidades estão no interior do Estado, onde em 56% dos casos é o único hospital do município, senão da região”, explica o diretor-presidente da Fehosp.

E, considerando toda essa representatividade, continua ele, é fundamental uma interação cada vez maior com as autoridades governamentais. “A aproximação do setor com o Governo para alinharmos, em bases realistas, metas e objetivos, é um dos principais pontos para continuarmos nosso trabalho”, diz Rogatti. Por isso, também nesta edição, o congresso contará com representantes de órgãos como Secretaria Estadual de Saúde e Ministério da Saúde.

O evento terá ainda como destaque as políticas assistenciais em dependência química, com a participação do psiquiatra Ronaldo Laranjeira, do assessor da Procuradoria-Geral de Justiça de São Paulo, Reynaldo Mapelli Júnior, entre outros especialistas, além de temas como saúde do idoso, contratualização, novas tecnologias da informação e diversos assuntos de interesse dos profissionais de saúde. Ao final do congresso, a Fehosp entregará também um documento do setor para as autoridades presentes, entre elas, representantes do Governo do Estado de São Paulo.

Posts recentes

Fale conosco

Surgiu alguma dúvida, fale conosco!

Categorias