Seg - Qui 8:30 - 17:30 - Sex 8:30 - 17:00
(41) 2106-0010
comercial@ctsconsultoria.com.br
R. Emanuel Kant 60 - sala 713 a 718

Capão Raso - Curitiba/PR

O ritmo de crescimento do número de beneficiários de planos de saúde diminuiu neste ano no país.

Dados do Iess (Instituto de Estudos de Saúde Suplementar) apontam que a expansão foi de 2,8% nos últimos 12 meses encerrados em setembro. Nos 12 meses anteriores, o incremento havia sido de 3,8%.

O resultado é consequência do fraco desempenho econômico do país, de acordo com a entidade.

A Yasuda Marítima Seguros, por exemplo, não deverá registrar alta neste ano. Em 2013, houve um avanço de cerca de 6%.

“Um dos fatores que pode estar impactando os negócios é a estabilização do nível de emprego. Isso influi principalmente na venda de planos empresariais”, afirma o diretor da seguradora, Eduardo Monteiro.

Nesse segmento de planos coletivos para companhias, o freio foi mais brusco, com a expansão passando de 6,4% para 3,8%. Os planos individuais, por sua vez, caíram de 1,2% para 1%.

“Outro motivo para a desaceleração pode ser o aumento dos custos médicos, que vem sendo maior que a inflação e que costuma ser repassado para os beneficiários”, acrescenta Monteiro.

O setor, no entanto, espera que haja uma recuperação em 2015.

“A expectativa é que, se o crescimento econômico do país melhorar no próximo ano, o mercado de planos de saúde também poderá voltar a crescer mais”, afirma o superintendente-executivo do Iess, Luiz Augusto Carneiro.

“O setor ainda tem bastante espaço para se expandir no Brasil”, diz.

Fonte: Folha de São Paulo

Posts recentes

Fale conosco

Surgiu alguma dúvida, fale conosco!

Categorias