Seg - Qui 8:30 - 17:30 - Sex 8:30 - 17:00
(41) 2106-0010
R. Emanuel Kant 60 - sala 713 a 718

Capão Raso - Curitiba/PR

Mapfre recebe autorização para atuar na área de saúde no Brasil

O grupo espanhol de seguros Mapfre começará a atuar na área de saúde no Brasil este ano, após receber esta semana a autorização da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), disse nesta quinta-feira Wilson Toneto, presidente da companhia no Brasil.

A autorização, comunicada na segunda-feira pela reguladora, abre as portas para os trâmites operacionais do projeto piloto que, revelou Toneto à imprensa, será lançado até o final do ano.

“Em um primeiro momento é um investimento. Ainda temos que ajustar detalhes operacionais, para depois buscar mercado”, declarou.

Iniciar o projeto custará inicialmente R$ 20 milhões, embora essa soma possa ser “ampliada caso haja necessidade”, disse o executivo.

A empresa pretende operar regionalmente em umOa fase inicial, começando pelo Sudeste, por abranger os centros financeiros mais importantes do país.

“Vamos buscar empresas que tenham uma visão mais holística, no sentido de cuidar não da doença, mas da saúde”, ressaltou.

A companhia atuará por meio de sua própria rede de distribuição, com agentes que comercializarão os planos junto às empresas e não se associará com o Banco do Brasil, aliado comercial em outros segmentos de seguros.

A expectativa, destacou Toneto é de conseguir uma parcela do grande mercado brasileiro. Ele ressaltou a participação do Brasil no mercado internacional, 20,1% das operações do grupo no mundo.

“Estamos crescendo 22% no Brasil, país com um aumento do PIB previsto para este ano de 2%. Se esse crescimento voltar às expectativas anteriores de 3%, 4%, obviamente nossa resposta a esse crescimento também será maior”, ressaltou.

Segundo o empresário, durante os próximos cinco anos espera-se que a participação dos negócios no Brasil chegue a um quarto das operações globais da Mapfre.

“A companhia acredita na retomada do crescimento nos próximos anos, não só no Brasil mas também em outras regiões da América Latina, que são bastante promissoras”, acrescentou.

A seguradora líder na Espanha vê oportunidades de negócio no exterior e países com “grandes perspectivas de futuro” tanto na Ásia, com China, Índia, Coreia do Sul e Indonésia, assim como na América Latina.

A Mapfre teve um lucro líquido de US$ 605 milhões no primeiro semestre do ano, 5% mais que no mesmo período de 2012, graças ao impulso do negócio internacional.

Na América Latina, o volume de negócios aumentou 6%, para US$ 6,04 bilhões, com um forte crescimento principalmente na Colômbia (31,2%), Peru (19,5%) e Chile (19%). Com um menor avanço, do 10,9%, está o Brasil, com um volume de negócio de US$ 3,4 bilhões. EFE

Fonte: Yahoo Noticias.

Posts recentes

Fale conosco

Surgiu alguma dúvida, fale conosco!