Seg - Qui 8:30 - 17:30 - Sex 8:30 - 17:00
(41) 2106-0010
R. Emanuel Kant 60 - sala 713 a 718

Capão Raso - Curitiba/PR

Paciente com câncer gasta R$ 7 mil com remédios

A Orizon, especialista em conectividade de serviços de saúde que também atua nos mercados de seguros e benefícios, anunciou esta semana uma pesquisa farmacoeconômica de gastos anuais com remédios para pacientes com câncer. Segundo o estudo, apresentado em um congresso nos EUA, um doente oncológico tem despesas de R$ 6.805,76 em média com medicamentos quimioterápicos ingeridos em casa.

Os pacientes ainda gastam outros R$ 1.025,13 com remédios paliativos para conter os efeitos colaterais da quimioterapia. São reguladores do metabolismo ósseo, corticosteróides, antidepressivos, anti-inflamatórios, diuréticos, analgésicos, vitaminas e antieméticos, que são indicados para evitar náuseas e vômitos. A lista da Orizon inclui 121 remédios quimioterápicos e paliativos foram contemplados.

A pesquisa ainda revelou que, dos 1.244 pacientes, 458 foram hospitalizados para tratar a doença e os gastos médios dos planos de saúde com diárias, tratamentos e remédios foi de R$ 18.007,10 por pessoa. APassaram por diversas consultas médicas 862 pacientes, durante o tratamento, em média 4,48 por paciente.

O trabalho feito com 1.244 pacientes foi extraído da base de 16 milhões de vidas que a empresa conecta a mais de 132 mil prestadores de serviços, além de 8 mil farmácias.Segundo a gerente de inteligência em saúde da Orizon, Cristina Nunes Ferreira, o estudo é importante no momento em que a ANS propõe incluir no rol de procedimentos para as operadoras 36 medicamentos para uso domiciliar no tratamento de 17 tipos de câncer.

Fonte: Saúde Web.

Posts recentes

Fale conosco

Surgiu alguma dúvida, fale conosco!