Seg - Qui 8:30 - 17:30 - Sex 8:30 - 17:00
(41) 2106-0010
comercial@ctsconsultoria.com.br
R. Emanuel Kant 60 - sala 713 a 718

Capão Raso - Curitiba/PR

A Comissão Parlamentar de Inquérito instalada na Assembleia para investigar a relação de médicos e planos de saúde ouviu ontem o presidente da Associação Médica do Paraná, João Carlos Gonçalves Baracho, o vice-presidente da Associação Médica Brasileira, José Fernando de Macedo, e o integrante do Comitê Profissional da AMP, Luiz Ernesto Pujol. Os três apontaram o desequilíbrio econômico-financeiro da relação entre esses profissionais e as operadoras de saúde complementar, a ineficácia da Agência Nacional de Saúde (ANS) como agente regulador e o papel de políticas equivocadas na crescente desumanização do atendimento de saúde no país.

Defasagem 

Dados levantados pela AMP mostram mais de três mil descredenciamentos no Paraná nos últimos dois anos. Em pelo menos dois municípios, União da Vitória e Ivaiporã, o descredenciamento foi total. Segundo a associação, no período em que reajustou as mensalidades do usuário em 160%, as operadoras reajustaram os honorários médicos em apenas 60%. E há planos remunerando em R$ 25,00 consultas com especialistas. Ele também denunciou a oferta de planos com preços irreais, incapazes de cobrir a oferta dos serviços.

Fonte: Bem Paraná

Posts recentes

Fale conosco

Surgiu alguma dúvida, fale conosco!

Categorias