Seg - Qui 8:30 - 17:30 - Sex 8:30 - 17:00
(41) 2106-0010
R. Emanuel Kant 60 - sala 713 a 718

Capão Raso - Curitiba/PR

Reajustes de planos de saúde de pequenos grupos superam 20%

Os planos de saúde coletivos com até 30 vidas, que representam 85% do total dos planos coletivos, chegaram a ter reajustes anuais superiores a 20%, mostra pesquisa do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). Os planos de saúde coletivos representam 77% do total dos planos comercializados no Brasil.

O Idec fez seu levantamento com base nos sites das operadoras e nas informações disponíveis aos próprios beneficiários. Os reajustes mais altos foram justamente os das empresas de pequeno porte, com até 20 mil usuários no total.

O menor reajuste, de 6,31%, foi da Unimed Campinas, operadora de grande porte com mais de 515 mil usuários. O aumento médio dos planos de até 30 vidas foi de 11,9%, acima da inflação de 6,49% dos 12 meses anteriores.

Para diluir os custos dos planos e fazer com que os reajustes não pesem demais no bolso do consumidor, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aprovou no ano passado, regras para os planos com até 30 vidas, segundo as quais os planos devem agrupar todos os contratos desse tipo e calcular um percentual único de aumento. Mesmo assim houve reajustes altos.

Segundo a advogada do Idec e responsável pela pesquisa, Joana Cruz, esses planos são obrigados a cumprir carências e têm coberturas parciais temporárias, como acontece nos planos individuais e não em contratos coletivos “típicos”. Por outro lado, diz ela, estão sujeitos à rescisão unilateral por parte das empresas e a reajustes livremente fixados pelo mercado. Para Joana, é o pior dos cenários para o consumidor.

Fonte: EXAME.com

Posts recentes

Segurança de E-mail

SEGURANÇA DE E-MAIL Ao utilizar o e-mail corporativo devemos tomar alguns cuidados pois nem sempre os mecanismos de segurança tradicionais são suficientes para impedir incidentes na organização.

Leia mais »

Fale conosco

Surgiu alguma dúvida, fale conosco!