Seg - Qui 8:30 - 17:30 - Sex 8:30 - 17:00
(41) 2106-0010
comercial@ctsconsultoria.com.br
R. Emanuel Kant 60 - sala 713 a 718

Capão Raso - Curitiba/PR

No último ano, dentre 10 usuários que utilizaram os sistemas privados de saúde (saúde suplementar) para consultas médicas, pelo menos seis afirmaram ter passado por alguma experiência negativa durante o atendimento, apontam dados da Associação Médica Brasileira (AMB) e Datafolha divulgados em 2011.

De acordo com o diretor da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) Daniel Knupp, o médico de família e comunidade (MFC) poderia fazer com que esses números fossem menos negativos, pois o MFC tem por princípios a abordagem centrada na pessoa, a longitudinalidade e a coordenação dos cuidados. “Não há dúvidas de que o atendimento de um MFC faz muita falta para os pacientes que utilizam a saúde suplementar. Sabemos que os MFC, mesmo em condições de trabalho adversas e com carência de recursos, podem ser extremamente resolutivos; e a experiência mostra que esse desempenho pode ser ainda melhor em um contexto com recursos adequados”.

Para Knupp os serviços oferecidos na saúde suplementar não costumam focar a Atenção Primária à Saúde (APS), porém, tal realidade está se transformando. “Estamos em período de mudanças na área da saúde e as empresas têm demonstrado interesse na medicina de família e comunidade. A mudança se deve à necessidade de encontrar alternativas para o atendimento de pacientes de forma mais eficaz e, ao mesmo tempo, mais sustentável”, finaliza o especialista.

Quem é o médico de família e comunidade (MFC)?

A medicina de família e comunidade é uma especialidade médica, assim como a cardiologia, neurologia e ginecologia. O MFC é o especialista em cuidar das pessoas, da família e da comunidade no contexto da atenção primária à saúde. Ele acompanha as pessoas ao longo da vida, independentemente do gênero, idade ou possível doença, integrando ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde. Esse profissional atua próximo aos pacientes antes mesmo do surgimento de uma doença, realizando diagnósticos precoces e poupando-os de intervenções excessivas ou desnecessárias.

Fonte: Maxpress

Posts recentes

Fale conosco

Surgiu alguma dúvida, fale conosco!

Categorias